Chanel processa brechó por propaganda enganosa

A Channel decidiu por processar o brechó de luxo americano “What Goes Around Comes Around” (“O Que Vai, Volta”), de Nova Iorque. A grife afirma que a loja infringe direitos autorais e faz propaganda enganosa, induzindo clientes a acreditarem que ambas são parceiras oficiais de mercado. “Nossa ação demonstra o forte comprometimento da Chanel em proteger a reputação de sua marca”, disse em um comunicado ao site “Fashionista”. E mais: “Isso implica que ninguém além da Chance pode garantir a autenticidade dos produtos Chanel”.
Brechó se tornou ‘point’ de turistas O brechó se tornou um dos preferidos de celebridades e do garimpo de stylists e turistas em Nova Iorque. O local estimulava até mesmo a propagação do título de “maior coleção de peças vintage da Chanel no mundo”. Também pesa no ato que “What Goes Around Comes Around” ‘fisgou’ clientes que poderiam ter ido em lojas oficiais da Chanel na cidade.
O processo foi aberto nesta quinta (15), após uma recusa da grife em negociar com o brechó.
FONTE:https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2018/03/17/chanel-processa-brecho-por-propaganda-enganosa-entenda.htm

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Outros Posts

COMPLIANCE EM PROPRIEDADE INTELECTUAL

COMPLIANCE EM PROPRIEDADE INTELECTUAL

O Compliance em Propriedade Intelectual mostra-se cada vez mais relevante no mercado. Isto porque, trata-se de uma ferramenta inteligente às empresas quando da prática da

Livros digitais: imunidade tributária

Livros digitais: imunidade tributária

Recentemente, o Supremo editou a súmula vinculante n. 57, a qual estende a aplicação da imunidade tributária de livros e periódicos ao livro eletrônico (e-book)

Envie seus dados

Entraremos em contato o mais breve possível.