H&M processa autor de grafite utilizado em campanha da marca

A gigante de fast-fashion H&M e um artista de rua de Los Angeles, Jason “Revok” Williams, são os protagonistas de uma nova batalha judicial na indústria da moda. A empresa sueca ingressou na Justiça para poder usar um grafite criado pelo artista em suas campanhas publicitárias sem precisar de autorização ou de pagar por direitos autorais.
A ação foi tomada após a rede fotografar a uma campanha chamada New Routine, voltada para a moda masculina esportiva, tendo murais pintados por Revok no bairro de Williamsburg, em Nova York.
Após a divulgação da campanha, Revok enviou uma carta para a H&M, questionando o uso de seu trabalho em peças publicitárias sem a sua permissão e conhecimento.
A H&M, então, respondeu o questionamento com um processo contra o artista. A rede alega que o grafite é, na verdade, vandalismo e, por isso, não pode ser protegido por direitos autorais. O mesmo argumento já foi utilizado pela Moschino e seu diretor-criativo, Jeremy Scott, para poder utilizar reproduções de grafite em suas roupas.
A atitude da H&M desencadeou um movimento de boicote contra a marca. Artistas temem que uma vitória da empresa possa abrir um precedente que retire os direitos de milhares de artistas de rua sobre suas obras.
Leia mais: https://oglobo.globo.com/ela/moda/hm-processa-autor-de-grafite-utilizado-em-campanha-da-marca-22492213#ixzz59vUzAsko
stest
FONTE: https://oglobo.globo.com/ela/moda/hm-processa-autor-de-grafite-utilizado-em-campanha-da-marca-22492213#ixzz59vUzAsko
stest

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Outros Posts

COMPLIANCE EM PROPRIEDADE INTELECTUAL

COMPLIANCE EM PROPRIEDADE INTELECTUAL

O Compliance em Propriedade Intelectual mostra-se cada vez mais relevante no mercado. Isto porque, trata-se de uma ferramenta inteligente às empresas quando da prática da

Livros digitais: imunidade tributária

Livros digitais: imunidade tributária

Recentemente, o Supremo editou a súmula vinculante n. 57, a qual estende a aplicação da imunidade tributária de livros e periódicos ao livro eletrônico (e-book)

Envie seus dados

Entraremos em contato o mais breve possível.