Activision registra patente de sistema que pareia jogadores para forçar microtransações


A empresa Activision registrou uma patente que coloca propositalmente jogadores que nunca compraram itens contra aqueles que já compraram melhorias para incentivar microtransações dentro de seus jogos.
De acordo com o site Glixel, a patente registrada detalha um sistema para incentivar microtransações em jogos multiplayer, que envolve parear jogadores mais fracos com jogadores mais experientes para que ele se sinta compelido a comprar os itens que o mais forte esteja usando.

A patente também detalha o comportamento esperado dos jogadores:

“Nesse exemplo em particular, o jogador novato pode querer ser um atirador de longa distância no jogo (de acordo com a determinação do perfil do jogador). A função de ‘microtransações’ pode colocar esse jogador novato contra um jogador que é um atirador muito habilidoso on jogo. Dessa maneira, o jogador novato pode ser encorajado a fazer comprar relacionadas ao jogo, como um rifle ou outro item utilizado pelo jogador experiente.”

A patente foi requisitada em 2015 e foi aceita hoje (17). Dados os exemplos e a forma com que foi descrito, o documento parece fazer referência a um jogo de tiro em primeira pessoa.
O faturamento de Destiny pulou de US$ 1.6 bilhões em 2015 para US$ 3.6 bilhões em 2016. A Activision afirma que essa tecnologia não está implementada em Destiny 2, e também afirma que não entrou em nenhum jogo anterior.
A Activision mandou o seguinte posicionamento sobre o caso:

“Essa foi uma patente exploratória registrada em 2015 por uma equipe de pesquisa e desenvolvimento trabalhando independentemente de nossos estúdios. Ela não foi implementada em nenhum de nossos jogos.”
FONTE: https://jovemnerd.com.br/nerdnews/activision-registra-patente-de-sistema-que-pareia-jogadores-para-forcar-microtransacoes/

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Outros Posts

COMPLIANCE EM PROPRIEDADE INTELECTUAL

COMPLIANCE EM PROPRIEDADE INTELECTUAL

O Compliance em Propriedade Intelectual mostra-se cada vez mais relevante no mercado. Isto porque, trata-se de uma ferramenta inteligente às empresas quando da prática da

Livros digitais: imunidade tributária

Livros digitais: imunidade tributária

Recentemente, o Supremo editou a súmula vinculante n. 57, a qual estende a aplicação da imunidade tributária de livros e periódicos ao livro eletrônico (e-book)

Envie seus dados

Entraremos em contato o mais breve possível.